28 PATAS FURIOSAS

O coletivo teatral 28 Patas Furiosas realiza desde 2013, uma pesquisa artística calcada em procedimentos criativos autorais que transitam entre o teatro e as artes visuais, norteados pelo universo de autores e autoras que escreveram suas obras em contextos de instabilidade política e social: a partir daí é que o grupo construiu os três espetáculos que integram a Trilogia da Instabilidade. São ele: Lenz, um outro; A Macieira; e PAREDE. Todos os trabalhos foram criados entre 2013 a 2019.

Como não poderia deixar de ser, os processos criativos do grupo nesse período fora diretamente afetados e contaminados pelos  desestabilizadores acontecimentos sociopolíticos dos últimos 06 anos que incidiram na invenção de mitos que buscam refletir esses momentos nas peças da Trilogia. Assim, a vontade de criar “mitos contemporâneos” para cada peça, vem do fato da pesquisa do grupo estar calcada nas ideias de instabilidade e de fluxo, onde não se busca criar sentidos únicos, lineares, já que isso, para nós, refletiria a estabilidade. O mito, por sua vez, pode ser acessado e lido por diferentes vias, além de permitir o encontro com outras formas de narrar e criar imagens, gerando novas possibilidades de leitura para o público

ESPETÁCULO EM CIRCULAÇÃO

PAREDE ( 2019)

Clique na foto para maiores informações

  • Facebook
  • Instagram