#censuranuncamais

Criado em dezembro de 2005, o Núcleo Corpo Rastreado é formado por produtores, artistas, técnicos que planejam, implementam e oferecem suporte para projetos culturais dentro e fora do Brasil. Visando uma conexão entre produção e processo criativo, atende e orienta artistas em questões tributárias, prestação de contas, acompanha a criação de projetos, mídias sociais e sites.

COORDENAÇÃO

Gabi Gonçalves
gabi@corporastreado.com 
 

Gabi é produtora de ações culturais e movimenta um recorte específico do fazer poético-artístico hoje na cidade de São Paulo e em outros territórios ainda possíveis, 

Do final da década de 90 até o presente momento, carrega na memória do corpo sua formação em dança pela Unicamp (1998), Comunicação das Artes do Corpo (2002) e também o doutorado em Comunicação e Semiótica (Comunicação e Produção Cultural no Brasil - um estudo sobre os operadores do desamparo e ações bio-políticas - 2016), ambas pela PUC - SP. 
Coordenadora de produção de eventos como: Virada Cultural Paulista (2009 e 2010), MITsp (2014 e 2015), Festival Contemporâneo de Dança (desde 2016), criou, em parceria com Natalia Mallo, o Risco Festival. Trabalhou no SESC SP e em de diversos projetos e eventos para como as Secretarias de Cultura Municipal e Estadual (São Paulo). 

Trabalhar com produção, em sua opinião, é estudar, pesquisar e ao mesmo tempo se jogar, aprender na prática. Seguindo essa premissa, ministrou aulas de produção cultural na Escola Livre de Dança (Santo André), SENAC -SP, na Biblioteca Mario de Andrade, nas oficinas culturais do Estado SP, no Mis, entre outro). 

Até maio de 2019 foi gestora do Centro de Referência da Dança – CRD – SP, espaço de extrema importância politica e artista para a dança paulistana. No CRD pode iniciar um programa de formação “continuada” em dança (no Brasil não é possível empregar essa palavra com tanta ênfase) dentro do Projeto Novo Circuito de Afetos, que deu especial espaço e foco para o desenvolvimento e discussão de residências que trouxeram artistas importantes da cena. Ainda nesse viés das residências em fevereiro de 2019 realizou o Segundo Encontro Latino Americano de Dança – Geopoéticas do Sul, que teve como tema principal Residências Artísticas, que propiciam o deslocamento dos corpos que insistem e deixam sua permanência, seus rastros, potencializando essas ações praticadas.

COMUNICAÇÃO


Danusa Carvalho
danusa@corporastreado.com
Formada em Artes Plástica pela UNESP. Fez parte do corpo docente da Escola Livre de Dança, no curso de Formação Avançada em Dança Contemporânea, espaço no qual também atuou na elaboração de projetos, assistência de coordenação e artes gráficas. Desde 2013 é assistente da artista plástica Maria Cininha e produtora cultural do Núcleo Corpo Rastreado.


Isadora Greiner
isadora@corporastreado.com
Formada em Jornalismo na PUC-SP e pós-graduada em Comunicação e Cultura da Moda. Responsável pela área de Comunicação nas Mídias Sociais do Núcleo Corpo Rastreado.


PRODUÇÃO

Aline Mohamad

alinemohamad@gmail.com

Aline, pedagoga por formação pela UFRJ, é produtora cultural há 20 anos. 

Começou sua carreira produzindo inúmeros e grandiosos shows para a Arquidiocese do Rio de Janeiro, como Em Nome do Pai, no Maracanã, e No coração da Jornada, nos Arcos da Lapa, que marcou a chegada dos símbolos para a Jornada Mundial da Juventude Rio2013. Atualmente, na área musical, destaque para produção da banda Pietá, que está em seu segundo disco e acaba de lançar seu primeiro videoclipe (Mar de Sonhos).  
Tendo trabalhado com os principais grupos e diretores da cidade do Rio de Janeiro, trazendo em seu currículo nas artes cênicas a participação em mais de 30 espetáculos, Aline agora é assistente da curadoria de dança do Centro Cultural São Paulo. 
Vale ressaltar ainda os projetos Ocupação Ovárias - ocupação artística feminista indicada ao Prêmio Shell 2018 na categoria inovação por fomentar o protagonismo estético-político das mulheres na cena carioca; Eu, Moby Dick, com texto de Pedro Kosóvski e direção de Renato Rocha; e O Encontro - Malcolm X e Martin Luther King Jr, texto de Jeff Stetson e direção de Isaac Bernat, nos quais, além de assinar a produção, Aline assina também a idealização dos projetos.

 

Ariane Cuminale

ariane@vuelaproducao.com

Vuela Produção e Criação (www.vuelaproducao.com), fundada em SP, Brasil, trabalha na produção e circulação de artistas da música, teatro, dança, arte e tecnologia e performance. 
Parceira da Corpo Rastreado desde sua fundação, entende a arte como processos coletivos e, portanto, vê como essenciais o intercâmbio entre artistas de distintos países e a parceria de produtoras pelo mundo, seja para criação, co-produção ou circulação desses trabalhos.

Ludmilla Picosque
ludmilla@touchecultural.com.br
Iniciou sua carreira de Produção Executiva em 1998 passando por áreas como música, circo, teatro. Especializou-se na execução e prestação de contas das leis de incentivo federal, municipal e estadual. Em 2010 fundou a empresa Touché Cultural, parceira do Núcleo Corpo Rastreado.

 

Murilo Chevalier 

murilo@corporastreado.com

Natural de São Paulo/SP, Murilo é formado em Artes Cênicas pela instituição SENAC, Comunicação das Artes do Corpo pela PUC - São Paulo e Pós-graduando em Práticas Artísticas Contemporâneas pela FAAP - São Paulo. Tem como pesquisa a problemática do corpo, suas potencialidades e possibilidades pelo viés da foto/vídeo performance. Cumpriu estágio no ano de 2018 no Sesc Pompeia na programação de cênicas e em janeiro de 2019 integra a equipe da Corpo Rastreado como produtor cultural. 


Rodrigo Fidelis
rodrigofidelis@corporastreado.com
Natural de Juiz de Fora/MG, Rodrigo é formado em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Minas Gerais, trabalha como ator e produtor cultural desde 1999. Integrou a equipe de produção do Grupo Galpão/MG, Teat(r)o Oficina/SP, Festival Internacional de Teatro de Palco e Rua de Belo Horizonte/MG, Festival de Arte Negra/MG, Festival Latino Americano de Teatro de Grupo/SP, Mostra Internacional de Teatro de SP, MIRADA – Festival Ibero Americano de Teatro de Santos, Festival Contemporâneo de Dança/SP, France Dance/França-Brasil, Bienal Sesc de Dança.

Thais Cristina

producao@corporastreado.com

Formada em Rádio e TV tentou ser radialista, fez curso técnico de confeitaria e tentou fazer bolos. A tentativa que vem se tornando um acerto é a de ser Produtora Cultural, acredita que seja por vocação. Talvez.

Thaís Venitt
thais@corporastreado.com

Graduada em Economia, é Produtora Cultural integrante da Corpo Rastreado desde 2015. Realiza produção geral de espetáculos, já acompanhou circulações nacionais como o Palco Giratório e integrou a equipe de produção em festivais como Mirada - Festival Ibero Americano de Teatro de Santos, Bienal Internacional de Teatro da USP e Risco Festival.
 Está em processo de especialização, cursando Gestão Cultural no Centro de Formação do Sesc - CPF. 


ADMINISTRAÇÃO

Gisely Alves

gisely@corporastreado.com

Gisely Alves é artista da dança formada em Comunicação das Artes do Corpo pela PUC-SP e pós graduanda em Educação, Cultura e Relações Étnico-Raciais pelo CELACC-USP. Esteve na equipe do Programa de Fomento à Dança para Cidade de São Paulo de 2015 a 2017 enquanto estagiária. Em 2018 como produtora, passa a integrar a Corpo Rastreado atuando no acompanhamento administrativo de projetos culturais.


Graciane Diniz
graciane@corporastreado.com
Formada em Enfermagem, produtora cultural desde 2011, realiza a produção geral de espetáculos, logística, atendimento ao artista e apoio no desenvolvimento de projetos. Atua na área financeira com auxílio na prestação de contas e preparação de planilhas orçamentárias.

 

FINANCEIRO


Alba Roque
alba@corporastreado.com

Mestranda em Administração de Empresas  linha de pesquisa Estratégia pelo Mackenzie - SP. Responsável pela área financeira, elaboração, acompanhamento e prestação de contas nos projetos e leis de Incentivo à Cultura, bem como nos contratos de parceria com o setor público.

 

Tamara Andrade

administrativo@corporastreado.com 

Formada em Administração, com experiência profissional no setor financeiro e comercial. Em 2018 passa a fazer parte da Corpo Rastreado, atuando na área financeira com auxílio na prestação de contas e pagamentos.