Nosso corpos inquietos também se  aventuram nos Festivais.

Criamos o Mapa de Afetos para conhecer territórios.

Produzimos o Festival Contemporâneo de Dança movimentando corpos do mundo.

Encabeçamos o festival Risco para que os corpos que experimentam possam ser vistos.

Depois dessas experiências, criamos a nossa FarOFFa, onde vivenciamos as conexões dos corpos de forma horizontal, colaborativa.

Clique na foto e conheça um pouco dos nossos festivais.